#01 Nossa Voz Cuida com Maurício Adade

Começar a ouvir

Em nosso primeiro podcast, contamos com a presença de ninguém menos que Maurício Adade, o nosso CEO para América Latina. Vamos falar sobre os pilares do SHE: saúde, sustentabilidade e segurança, e como a DSM vem evoluindo nestes quesitos. Esperamos que vocês gostem, dê o play! 

Episódio #01 com Maurício Adade

♫ Vinheta – Nossa Voz Cuida

Mariana: Olá, eu sou a Mariana e esse é o Nossa Voz Cuida, um podcast da DSM Latam. Neste primeiro episódio nós temos um convidado especial, o Mauricio Adade, que é CEO da DSM na América Latina, e vai conversar com a gente sobre como tem sido o trabalho da DSM no que diz respeito à saúde, segurança e sustentabilidade, a base de SHE. Oi, Mauricio, muito obrigada por aceitar o nosso convite para a estreia do nosso podcast.

Maurício: Olá! Obrigado, quem agradece sou eu. Achei fantástico, estou muito contente e até honrado por poder participar desse projeto do PODCAST.

Na verdade, a voz tem um significado muito importante para mim. Pouca gente sabe, mas eu venho de uma família de radialistas. Meus pais foram radialistas e eu também fui radialista por algum tempo na faculdade. Então, trazer as informações relacionadas à segurança, saúde e meio ambiente por meio da voz, tem um significado muito importante. No passado, a gente falava muito em rádio, não existia televisão, não existiam as mídias sociais com vídeos… e agora, está voltando, pela importância da voz. É por isso que eu estou extremamente contente em estar aqui, podendo usar a minha voz nesse PODCAST.

Mariana: Ficamos muito felizes também! Afinal, Nossa Voz Cuida.

Maurício: Totalmente… a voz cuida e cuida bastante! E por meio da voz, podemos cuidar de nós mesmos e também das pessoas que amamos.

Mariana: Muito legal essa atenção para o cuidado! Em conversas com algumas pessoas do time, eles falaram muito sobre cuidado, coragem e colaboração. E ai Maurício, eu fiquei muito curiosa para saber sobre mais detalhes do que é feito em SHE.

Maurício: Nós na DSM, junto com a família DSM, fizemos muitas coisas relacionadas à famosa sigla SHE, que significa saúde, segurança e sustentabilidade/meio ambiente nos últimos anos. 

No início dessa recente jornada, a campanha A Vida em Nossas Mãos foi fundamental para nos ajudar a olhar com mais atenção para nossas atitudes e nos incentivou a dar voz aos cuidados que já realizávamos em nosso dia a dia de trabalho.

Com a coragem e a colaboração de todos, o CUIDADO passou a ser um elemento ainda mais presente em nossa cultura e, mesmo em um ano tão desafiador como foi 2020, a ideia de ‘A vida em nossas mãos’ permaneceu em nossas mentes e em nossos corações!

E, esse trabalho realizado em conjunto entre os times de SHE e com cada membro da família DSM em cada ponto do continente, destacou a DSM da América Latina em diferentes ocasiões. Então, foi um trabalho muito bacana que começamos há algum tempo e que daremos continuidade agora.

Mariana: Que incrível conseguir espalhar uma mensagem tão importante no continente inteiro! E você pode contar algum tipo de resultado ou reconhecimento sobre esses trabalhos?

Maurício: Com certeza! Ficamos muito felizes, assim como todos os seres humanos, nós também precisamos de reconhecimento!

Hoje vou destacar duas: No início de 2020, conquistamos o menor índice de acidentes reportáveis na história da DSM no mundo todo. Um recorde espetacular, nós chamamos isso de índice de frequência e chegamos à 0,6. Nós sempre almejamos 0 acidentes, mas esse 0,6 já foi um recorde que tive a honra de compartilhar com a DSM de todo o mundo.

E, em março deste ano, recebemos o SHE Recognition Awards, premiação da DSM global que homenageia os esforços e os bons resultados sobre os temas de SHE, ou seja, saúde, segurança e sustentabilidade. Foi a primeira vez que esse prêmio foi oferecido a uma região, quebramos esse paradigma da DSM e recebemos esse reconhecimento fantástico – algo para todos, sem exceção, desde os que trabalham nas plantas até os que trabalham nos escritórios.

Mariana: Uau, fantástico mesmo! Parabéns a todo o time da América Latina! Maurício, fiquei pensando aqui: já que os resultados positivos são tão expressivos e que o time já é expert em SHE, o momento atual é para relaxar, né?

Maurício: Não, Mariana. Muito pelo contrário! Tudo o que fazemos na DSM – a maneira como tomamos decisões, como nos comportamos diariamente, como nos relacionamos – tudo, absolutamente tudo é fundamentado em segurança, saúde e sustentabilidade.

Está em nosso DNA, tanto que o pilar segurança também é mandatório dentro de sustentabilidade e nossas iniciativas na região sobre esse tema contribuem para os resultados satisfatórios da DSM no mundo todo. Mas para manter o foco nesses pilares, precisamos de muita disciplina, atenção e, como falei no início, colaboração e coragem.

Aqui na DSM a gente sempre fala que SHE é um conceito que se escreve no gelo. Ou seja, assim que o gelo derrete, o nosso trabalho se faz necessário para reescrever e manter SHE sempre vivo, não somente do lado racional do nosso cérebro, mas também do lado emocional.

A responsabilidade que exercemos ontem e que garantiu a saúde e segurança dos nossos colegas, não é acumulativa. Não tem como guardar e reutilizar hoje. Todos os dias devemos assumir o protagonismo, ter coragem e fazer a segurança ser uma realidade. E a nossa realidade segura na DSM não é construída com palpites nem achismos.

Reescrevemos SHE no gelo diariamente com a ajuda de inúmeros aprendizados de incidentes que ocorreram porque as pessoas acharam que era seguro fazer, acharam que era seguro arriscar. ACHAR não é seguro.

Mariana: Nossa! Temos mesmo que prestar atenção para não tomar o achismo como certeza. E também gostei muito da expressão: Escrever no gelo. É uma reflexão muito interessante. Mas ainda queria entender um pouco mais na prática esse outro ponto que você trouxe que é “Na DSM a segurança não é baseada em achismos”.

Maurício: Ah, sim Mariana. Mas para explicar, eu farei um convite para você e para quem está nos ouvindo ou lendo. Pensem em alguma situação em que sofreram algum acidente, por menor que seja. Pensaram? Boa! Provavelmente ACHARAM que nada iria acontecer errado e ninguém iria se machucar.

É aquela história: preciso ir à padaria, é aqui pertinho, vou de moto e posso ir sem capacete. E aí, acaba caindo né? É esse o ponto, não podemos achar! Gostaria muito que todos que estão me ouvindo – ou lendo esse material – percebessem isso.

Mariana: Sim, é verdade!

Maurício: Por isso, é preciso refletir antes de qualquer ação. E nós, aqui na DSM, sabemos como fazer e fazemos essa reflexão com paixão, dedicação e orientados pelos conceitos do SafeStart – começo com segurança.

Mariana: Começo com segurança? O que é isso? Conta prá gente o que é esse SafeStart, Maurício?

Maurício: SafeStart é o programa internacional que combina treinamentos e desenvolvimento pessoal e é conectado com o sistema de gestão da empresa, e a DSM é adepta a este sistema. O programa foca em comportamento de maneira mais dinâmica e simples para manter as pessoas seguras dentro e fora do trabalho, sem deixar de lado as nossas próprias rotinas de segurança já implementadas.

Vou contar uma curiosidade: a canção que desenvolvemos e aprendemos em 2019 e foi um dos pontos altos da campanha de SHE naquele ano, teve como base informações do SafeStart, que mostram que quase 90% de todos os incidentes no trabalho, no trânsito ou em casa são causados por quatro estados mentais: Pressa, Frustração, Cansaço e Complacência (que é o Excesso de Confiança).

Mariana: Ah! Eu gosto tanto dessa canção! Será que podemos ouvi-la e você conta onde entra cada estado mental?

Maurício: Combinado, ótima ideia!

JÁ DEU POR HOJE, VAI DESCANSAR – Música tocada

(Exatamente, esse é o ponto do Cansaço. Está cansado? Não continue, pare!)
 …

ESPERA UM POUQUINHO, PRESTA ATENÇÃO – Música tocada

(Aqui é a Pressa. Com a vida corrida que temos hoje em dia, temos muita pressa ao fazer as coisas. E é aí que os incidentes acontecem quando não deveriam acontecer).

ESSA CONFIANÇA TE ENGANA, ELA PODE FALHAR – Música tocada

(O excesso de confiança, chamado de Complacência pelo SafeStart. Não podemos acreditar que porque fizemos diversas vezes a mesma coisa que já sabemos de tudo e que podemos relaxar. Não pode, é aí que acontecem os incidentes).

QUEM TÁ DISTRAÍDO E NÃO VÊ, PODE SE MACHUCAR

(E, por fim, a frustração, ou seja, quando ficamos com os olhos e mente longe da tarefa).

Mariana: Adorei! Agora a música faz ainda mais sentido para mim!

Maurício: E com essa canção conseguimos chegar muito perto do coração das pessoas… e quando estamos mais próximos ao coração, é que mudamos verdadeiramente a nossa maneira de agir.

A canção ainda muito atual e, junto com o programa SafeStart pode e vai nos ajudar a cumprir dois dos principais objetivos da DSM globalmente: 

  • 1. ensinar nossos colegas a reconhecerem esses padrões/estados mentais e
  • 2. ajudá-los a desenvolverem habilidades específicas para que tomem atitudes antes que um acidente aconteça.

Os nossos sites de operações e Centros de Distribuição da América Latina já têm o SafeStart implementado e, neste semestre, iniciamos a implementação nos sites de Premix.

Até o próximo ano, teremos todas as unidades com o programa ativo e apostamos muito que isso elevará o conhecimento de todos sobre os padrões de comportamento, mantendo todas as nossas operações cada vez mais seguras.

Para termos sucesso é muito importante que nossos líderes estejam pessoalmente envolvidos com o programa. Quero muito que a família DSM Latam seja a primeira do mundo a ter a implementação completa do Safestart em todas suas unidades.

Outro movimento importante está relacionado aos programas focados em saúde física e, mais importante, a saúde mental, que estamos harmonizando, ou seja, reorganizando e simplificando para que toda a DSM se cuide e cuide de suas famílias.

Mariana: Realmente, são muitas iniciativas importantes para manter a segurança e a saúde de todos. E agora eu gostaria de saber mais sobre o futuro. O que mais podemos saber sobre o que está sendo preparado pelos times de SHE para continuar com bons resultados neste e no próximo ano?

Maurício: O futuro né? Aprendemos recentemente que às vezes fica difícil de planejar o futuro… muitas surpresas vêm acontecendo!

Os desafios são grandes, mas tenho muita confiança na nossa família DSM, que tem muita coragem!  Sabemos que podemos alcançar resultados sensacionais – já fizemos isso antes! E inspirados nessa colaboração que já existe entre todos nós colaboradores, iniciamos um novo momento da campanha de SHE: “Nossa Voz Cuida”. Essa campanha maravilhosa e que eu adoro, dará ainda mais espaço para que todos falem, mostrem postos de vista, contem histórias, compartilhem conhecimento e façam com que seus corações apareçam para todos. E assim, faremos ressoar o som das nossas vozes, de toda a família DSM na América Latina.

Juntos criaremos podcasts – como este aqui, é um bom exemplo -, gravaremos vídeos em formatos diferentes como o TEDSM, faremos playlists de músicas e trocaremos experiências sobre Cuidado, Colaboração e Coragem e, assim, fortalecer ainda mais a nossa base de SHE.

Queremos fazer a junção das nossas vozes, para continuar nos mantendo seguros, com nossos corpos e mentes saudáveis e, dia a dia, construir uma DSM melhor e brilhante para todos.

Mariana: Quanta coisa legal vai acontecer. Estou ansiosa pelos próximos capítulos da campanha. E para encerrar o nosso papo de hoje, Maurício, qual o seu recado para quem está ouvindo ou lendo a gente. Afinal esse podcast será transcrito para quem quiser ler.

Maurício: Obrigado! Na verdade, gostaria que as pessoas que estão ouvindo ou que vão ler esse PODCAST, que realmente entendessem a importância de SHE, a importância de sermos seguros, a importância de conseguirmos entender racionalmente e trazer tudo isso para perto de nossos corações… e que não é possível eu ter ou me sentir seguro, ou ainda buscar segurança, apenas quando entrar em uma unidade DSM da América Latina. Não! Isso deve ser feito sempre, todos os dias, em todos os lugares e todos os momentos. Não se acanhe a convidar as pessoas ao seu lado a fazerem o mesmo, não é só sobre a sua segurança e também sobre a segurança das pessoas que você cuida – as pessoas que você deve cuidar e que gosta de cuidar! Fale com as pessoas de uma maneira respeitosa e com educação para alertá-las sobre atitudes ou atividades que as colocam em risco, isso também faz parte da sua obrigação.

Assim, tenho certeza de que faremos não só a DSM mais segura, mas também a América Latina mais segura e, com isso, um mundo muito melhor para todos nós!

Mariana: Pessoal, esse foi o Mauricio Adade e espero que vocês tenham gostado do nosso primeiro episódio do podcast Nossa Voz Cuida. Para ficar por dentro de todas as ações da campanha, fiquem ligados nos canais internos de comunicação da DSM.

E agora eu quero ouvir a sua voz!

Mande sua mensagem para o WhatsApp oficial da campanha 55 11 98.960.4711 e conte o que achou do podcast!

Espero vocês no próximo episódio que é muito em breve!

♫ Vinheta – Nossa Voz Cuida

Junte-se a discussão